Notice: Undefined offset: 404 in /var/www/artur/data/www/aprendizinvestigador.pt/index.php on line 55
projetos
O Aprendiz de investigador utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao utilizar o website está a consentir o seu uso.

Fases do projeto

Terceira fase | 2016

Formação creditada para educadores e professores para permitir a introdução de dispositivos móveis em sala de aula e respetiva fundamentação pedagógica.

Pilotagem do uso de dispositivos móveis para o desenvolvimento de sequências de aprendizagem.

Consolidação de o “Aprendiz de Investigador”.

 

Segunda fase | 2015

Formação educadores e professores em modalidades de formação diversificadas, tais como cursos creditados, workshop e webinars.

Desenvolvimento de o “Aprendiz de Investigador”.

 

Primeira fase | 2013

Formação creditada de educadores e professores.

Produção de recursos em literacia da informação.

 

Ambição do Projeto

Saber transformar a informação em conhecimento e ser capaz de mobilizar e de atualizar de forma útil e flexível o conhecimento continuam a ser finalidades fundamentais de qualquer sistema de ensino. 

 

Conquanto seja desejável que os programas curriculares permaneçam estáveis para consolidar saberes e práticas nos agentes educativos, a proliferação de informação, de plataformas de difusão de informação, de suportes e formatos, exerce uma constante pressão sobre o sistema de ensino, criando, ao mesmo tempo, angústia e oportunidade. A angústia surge quando o docente em sala de aula se vê confrontado com milhares de fontes e suportes de informação que perceciona como úteis, mas que, muitas vezes, não tem tempo para selecionar e/ou não tem os conhecimentos e recursos necessários para os explorar e integrar utilmente nas suas práticas pedagógicas e didáticas. A oportunidade evidencia-se quando o professor perceciona os recursos disponíveis como uma possibilidade de expandir a sua criatividade, de quebrar a rotina, de aproximar os seus alunos do conhecimento, de lhes permitir aumentar o seu campo de visão. 

 

É nesta oportunidade que as bibliotecas escolares podem ser um parceiro fundamental de alunos e docentes, quer através da seleção e disponibilização de recursos, quer através da formação para o desenvolvimento de competências nas literacias da informação e literacia digital.

 

O projeto Literacias na escola: formar os parceiros da biblioteca, em desenvolvimento pelos professores bibliotecários dos três agrupamentos de escolas públicas do concelho de Cantanhede, consiste na planificação e implementação de um programa, sistémico e de longo prazo, de desenvolvimento de competências em literacias da informação e digital. 

 

O Projeto assume o princípio de que o sucesso deste empreendimento passa:

  • em primeiro lugar, pela formação dos educadores e professores, os parceiros do professor bibliotecário em sala de aula;
  • em segundo lugar, pela institucionalização, em todos os estabelecimentos de ensino, de políticas de escola no que respeita à aplicação e ao ensino de competências em literacia da informação e literacia digital;
  • em terceiro lugar, pela construção e aplicação de um referencial de formação dos alunos, e respetivos materiais de suporte, que, tendo em conta os referencias técnicos da Rede de Bibliotecas Escolares e o Referencial de Competências da União Europeia para o Cidadão do Século XXI, permitam a realização de um percurso de formação consistente, sem repetições, gradualmente mais amplo e capaz de assimilar as inovações tecnológicas.